quinta-feira, 14 de março de 2013

China poderá criar uma versão embarcada em porta-aviões do seu caça J-31

Parece que a China pode de fato estar trabalhando para transformar seu segundo caça stealth, o J-31, em um avião de caça embarcado em porta-aviões.

O projetista chefe do J-31 (bem como do atual caça embarcado chinês, o Shenyang J-15), aparentemente disse a agência de notícias Xinhua da China que ele espera que uma versão melhorada do J-31 seja capaz de operar a partir de porta-aviões.

O J-31 tem um tamanho menor em comparação com o outro caça stealth chinês, o J-20, e poderia mais facilmente ser operado a partir do congestionado convés de voo do porta-aviões. O caça chinês J-31 também se parece muito com o F-35 norte americano que terá uma versão embarcada em porta-aviões. E por último, ele possui duas rodas em seu trem de pouso dianteiro, uma característica que é exclusiva de versões navais de caças norte americanos, devido às tensões crescentes durante as operações de pouso embarcado.

O J-31 foi revelado em setembro passado quando realizou seu primeiro voo, e provavelmente vai complementar as operações junto com o J-20, podendo ser um caça multimissão concebido para atacar tanto alvos aéreos como terrestres, da mesma forma que o F-35 é utilizado.

Enquanto isso, o primeiro porta-aviões chinês, o Liaoning, foi movido recentemente desde o estaleiro Dalian, onde foi equipado com novos motores, armas, eletrônicos e novas salas, para o seu novo porto natal de Dazhu Shan, perto de Qing Dao. A China disse estar construindo entre dois e três novos porta-aviões que poderão ser baseados no Liaoning. Estes navios irão supostamente entrar em serviço em algum momento entre 2015 e 2020.

Fonte: China Defense

Nenhum comentário:

Postar um comentário