terça-feira, 12 de março de 2013

Corte no orçamento dos EUA cancela apresentações dos Thunderbirds e dos Blue Angels em 2013


Devido aos cortes automáticos no orçamento dos EUA, visando economizar cerca de US$ 85 bilhões este ano, os militares da Força Aérea e da Marinha dos EUA não tiveram outra opção a não ser cancelar as apresentações na temporada 2013 de seus esquadrões de demonstração, os Thunderbirds e os Blue Angels, respectivamente.

Com o objetivo de economizar cerca de US$ 500 bilhões nos próximos 10 anos, a Força Aérea dos EUA enviou um comunicado onde disse que seu esquadrão de demonstração Thunderbirds, baseado em Nellis, Nevada, está cancelando todas apresentações de 2013 agendadas a partir do dia 1° de abril.

A medida visa cortar os gastos com horas de voo dos pilotos, e como resultado, as demonstrações aéreas serão usadas para essa economia. O cancelamento das apresentações vai significar uma redução imediata de 18% das horas de voo, cerca de 203 mil horas, incluindo missões operacionais e exercícios de treinamento. A USAF também envolveu nos cortes os voos de demonstração com as aeronaves F-22 Raptor.

Os Thunderbirds previam cercam de 60 apresentações em 2013, entre março e novembro, em mais de 38 eventos nos EUA e no exterior.

No entanto, o líder dos Thuderbirds, o tenente-coronel Greg Moseley, disse que os pilotos vão manter sua prática em dia, para assegurar que o esquadrão possa estar pronto para retomar as demonstrações quando for definido.

Blue Angels também cancela apresentações

O esquadrão de demonstração da Marinha dos EUA, os Blue Angels, que tinha programado shows aéreos em mais de duas dezenas de cidades entre abril e setembro, vai cancelar suas apresentações como parte dos cortes, disse a porta-voz da equipe, a tenente Katie Kelly. A Marinha dos EUA pretende cancelar quatro shows em abril – em Tampa, na Flórida, Corpus Christi, Texas; Vidalia, na Geórgia, e Beaufort, Carolina do Sul, mas ainda não confirmou a decisão de cancelamento para o restante do ano, com a esperança de realizar algumas apresentações.

Os fãs da equipe Blue Angels criaram uma petição online e cerca de 1.500 assinaturas já foram recolhidas para posterior envio a Casa Branca, tentando salvar as apresentações em 2013.

As temporadas de apresentações anuais dos Blue Angels começaram em 1946 e custam cerca de US$ 40 milhões por ano. Cancelar a maior parte da temporada economizaria de verdade cerca de US$ 28 milhões, de acordo com oficiais da Marinha.

A equipe de 130 pessoas, que inclui sete pilotos, é composta por membros de alto nível que serviram no Iraque e no Afeganistão. A equipe ainda poderá ser transferida para missões no exterior até que haja dinheiro suficiente para eles voltarem às apresentações, disse um porta-voz da Marinha dos EUA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário