sábado, 23 de março de 2013

França poderá reduzir compras de caças Rafale para 225 unidades


O governo francês está considerando limitar suas compras de aviões de combate multimissão Rafale, fabricado pela Dassault Aviation, dos 286 planejados para 225 ao longo da vida do programa, de acordo com uma reportagem no site da publicações latribune.fr nessa sexta-feira.

Tal movimento poderia ser parte de um esforço geral do governo para reduzir os gastos públicos nos próximos anos, informou o site, sem citar fontes.

O relatório disse que o governo ainda não decidiu sobre o número exato de aeronaves que vai comprar.

O governo deve publicar em breve um novo Livro Branco que irá detalhar a estratégia de defesa do país e as exigências para os próximos anos.

Um porta-voz do Ministério da Defesa disse que não tem conhecimento da informação publicada pela publicação latribune.fr.

O governo até agora fechou contratos com a Dassault Aviation para compra de 180 dos caças Rafale, com 115 desses jatos entregues até o final do ano passado.

A Dassault está fabricando os aviões Rafale a uma taxa de 11 por ano, um ritmo que o presidente-executivo Dassault Eric Trappier disse recentemente ser o mínimo para sustentar a cadeia de fornecedores do programa.

Fonte: Dow Jones

Nenhum comentário:

Postar um comentário