sexta-feira, 15 de março de 2013

Irã envia Phantom para tentar abater uma aeronave Predator sobre águas internacionais


No dia 12 de março, um jato militar iraniano tentou interceptar sobre águas internacionais uma desarmada aeronave não tripulada norte americana MQ-1 Predator sobre águas internacionais, mas foi desencorajado de realizar essa missão, conforme disseram hoje os oficiais do Pentágono.

A aeronave MQ-1 realizava um voo classificado de vigilância de rotina sobre águas internacionais no Golfo Pérsico.

O Irã enviou um jato F-4 Phantom II para interceptar a aeronave não tripulada. “O ponto mais próximo de aproximação entre essas aeronaves foi de aproximadamente 16 milhas”, disse o secretário de imprensa do Pentágono, George Little, numa declaração escrita.

Dois aviões militares dos EUA estavam escoltando o Predator, e o avião iraniano interrompeu a perseguição após uma advertência verbal.

“Todas as aeronaves dos EUA permanecem sobre águas internacionais em todos os momentos”, disse Little.

Em novembro, uma aeronave iraniana Su-25 atirou num avião remotamente pilotado americano que estava em operação sobre o Mar da Arábia. A aeronave iraniana disparou dois mísseis no drone e errou. Após o incidente, o governo dos EUA informou ao governo iraniano que seu comportamento era inaceitável. O general Martin E. Dempsey, o presidente do Joint Chiefs of Staff, disse na época que os militares dos EUA vão continuar a voar estas missões e proteger suas aeronaves.

Fonte: American Forces Press Service

Nenhum comentário:

Postar um comentário