quinta-feira, 14 de março de 2013

Ministério de Defesa da Rússia negocia aquisição de novos aviões de reabastecimento aéreo


A empresa United Aircraft Corporation (UAC) e o Ministério da Defesa da Rússia estão em conversações sobre um acordo para novas aeronaves Ilyushin Il-78 Midas de reabastecimento aéreo para a Força Aérea da Rússia, disse nessa terça-feira a UAC.

A corporação aeroespacial se recusou a dizer quando um acordo poderá ser assinado ou em que termos.

“O trabalho está em andamento para acordar os termos … mas até a assinatura do contrato não somos capazes de fazer qualquer comentário”, disse um representante do serviço de imprensa da UAC, acrescentando que o contrato é parte do Programa de Aquisições de Armas para o Estado no período até 2020.

Alguns relatos da mídia, em meados de fevereiro, alegaram que as partes estavam perto de assinar um acordo para 31 novos aviões tanques Il-78.

O Il-78 é um avião de reabastecimento aéreo com quatro motores baseado no avião de transporte pesado Il-76. Uma versão modernizada do Il-76MD-90A (também conhecido como Il-476), em breve vai entrar em produção em série na unidade da Aviastar-SP em Ulyanovsk.

Os novos aviões tanques seriam baseados no Il-76MD-90A, que tem uma nova asa, motores mais eficientes, leva maior carga útil e possui um novo cockpit, podendo voar com uma menor tripulação de vôo do que o antigo Il-76, que não está mais em produção.

O Ministério da Defesa disse em outubro que tinha assinado um contrato no valor de cerca de 140 bilhões de rublos (US$ 4 bilhões) com a UAC para o fornecimento de 39 aviões Il-476 até 2020. O comandante militar da Aviação de Transporte, coronel-general Vladimir Benediktov, mais tarde disse que o serviço estaria de fato comprando 48 dos aviões até 2020.

A Força Aérea da Rússia opera 19 aeronaves de reabastecimento Il-78 junto ao 203° Regimento de Reabastecimento da Guarda Aérea, de acordo com fontes abertas.

Fonte: RIA Novosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário