quarta-feira, 10 de abril de 2013

Embraer Defesa & Segurança fornecerá sistema de proteção com aeronaves A-29 para reserva natural da Guatemala


A Embraer Defesa & Segurança anunciou hoje a assinatura de um contrato para a implementação de um sistema de vigilância e proteção da Reserva da Biosfera Maia, na Guatemala, o maior complexo de florestas da América Central. O projeto “Construção do Sistema de Vigilância e Proteção da Biosfera Maia” prevê a aquisição de seis aviões A-29 Super Tucano, um sistema de comando e controle e três radares primários tridimensionais. O pedido inclui ainda apoio logístico às operações aéreas e treinamento para pilotos e mecânicos.

O sistema de vigilância da Biosfera Maia permitirá às autoridades guatemaltecas identificar e combater focos de desmatamentos, incêndios florestais, ocupação ilegal e atividades econômicas ilícitas, como a exploração ilegal de recursos naturais em uma área superior a 21 mil quilômetros quadrados. Com este pedido, a Guatemala se torna o sexto operador do Super Tucano na América Latina ao lado de Brasil, Chile, Colômbia, Equador e República Dominicana.

Doze clientes ao redor do mundo já escolheram o A-29 Super Tucano. O modelo está em operação em nove forças aéreas na América Latina, na África e na Ásia e já superou a marca de 180 mil horas de voo e 28 mil horas de combate. Com mais de 210 encomendas e mais de 170 unidades em operação, o Super Tucano é capaz de executar uma ampla gama de missões, que incluem ataque leve, vigilância, interceptação aérea e contra-insurgência. A aeronave opera mais de 130 configurações de armamentos e está equipada com avançadas tecnologias em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos, o que o torna altamente confiável e com excelente relação custo-benefício para um grande número de missões militares, mesmo em pistas não pavimentadas e ambientes hostis.

Fruto de um projeto desenvolvido de acordo com as rigorosas exigências da Força Aérea Brasileira (FAB), o Super Tucano é totalmente compatível com as operações de combate em cenários complexos, em que são exigidas as capacidades de troca de dados e processamento das informações. Além da reforçada estrutura para operações em pistas não pavimentadas, o avião conta com avançados sistemas de navegação e pontaria de armas, o que lhe garante alta precisão e confiabilidade, utilizando tanto armamento convencional como inteligente, mesmo sob condições extremas. O avião requer apoio logístico mínimo para operações contínuas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário