sexta-feira, 19 de abril de 2013

Força Aérea da Rússia espera começar a substituir o MiG-31 em 2020


A Força Aérea da Rússia espera começar a planejar a substituição para o seu interceptador MiG-31 em 2020 e aposentá-lo em definitivo até 2028, disse o Tenente-General Viktor Bondarev, comandante da Força.

“Nós começamos o desenvolvimento de uma nova aeronave deste tipo e eu acho que nós podemos desenvolver este plano antes do fim do programa de armamento do Estado em 2020″, disse Bondarev durante uma reunião com parlamentares russos. “O novo plano deve substituir a frota existente em 2028.”

Bondarev não especificou se a nova aeronave poderá ser um projeto derivado do projeto existente ou um emergente como o Sukhoi T-50 / PAK-FA ou o Su-35.

Alguns analistas acreditam que a Força Aérea vai ser duramente pressionada para obter uma aeronave totalmente nova em uso até a data citada por Bondarev.

“Em termos de recursos financeiros e design, a ideia de um novo avião parece muito difícil, a menos que uma plataforma já existente for à base para qualquer projeto”, disse Douglas Barrie, analista de guerra aérea do Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, com sede em Londres.

A Força Aérea russa tem 122 interceptadores MiG-31 em serviço, com cerca de metade passando por conversão para o padrão MiG-31BM, recebendo um novo radar multimodo, monitores multifuncionais e capacidade de usar mísseis ar-ar RVV-BD de longo alcance da Vympel.

FONTE: Flightglobal

Nenhum comentário:

Postar um comentário