quarta-feira, 10 de abril de 2013

Lockheed revela detalhes de seu UAV embarcado de vigilância e ataque


A Lockheed Martin apresentou detalhes de sua aeronave não tripulada para a Marinha dos EUA, de Ataque e Vigilância e capaz de operar em porta-aviões (unmanned carrier launched airborne surveillance and strike -UCLASS) durante o Navy League’s Sea-Air-Space Exposition que ocorre em Washington, DC.

Segundo a Lockheed, a aeronave furtiva, conhecida anteriormente como Sea Ghost, integra tecnologias de desenvolvimentos anteriores tripulados e não tripulados. A empresa está enfatizando um projeto de arquitetura aberta, com a “máxima reutilização de hardware e software”.

A proposta da Lockheed para o UCLASS segue a linha de aeronaves da empresa, como o RQ-170 Sentinel, não tripulado, e que está em operação a Força Aérea dos EUA. Tecnologias aplicadas no programa do F-35 também seriam integradas na aeronave.

A Lockheed informou que a aeronave UCLASS seria adaptável para todo o espectro de operações militares. ”operações em qualquer cenário, em qualquer ambiente”, diz a empresa.

A empresa também afirma que seu projeto UCLASS reduzirá a mão de obra, pois um único operador seria capaz de comandar múltiplas aeronaves. Nas últimas semanas, a USN anunciou sua intenção de financiar quatro empresas para projetar novos veículos aéreos não tripulados para o programa UCLASS. Boeing, General Atomics Aeronautical Systems, Lockheed Martin e Northrop Grumman “todas ela já tem capacidades, conhecimento e soluções para projetar UAVs com esse conceito” informou a USN.

A solicitação de pré-anunciado em 26 de março, é o primeiro passo para a obtenção de recursos. A produção de uma aeronave UCLASS está prevista para 2016, tão logo seja escolhido o fabricante.

FONTE: flightglobal

Nenhum comentário:

Postar um comentário