quinta-feira, 23 de maio de 2013

Vendas de armas russas para o Iraque sob suspeita


O Tribunal Criminal Central do Iraque retomou uma investigação sobre funcionários suspeitos de corrupção em um negócio de US$ 4,2 bilhões para compra de armas russas.

“A investigação vai continuar. As testemunhas e suspeitos vão depor, e especialistas do Ministério da Defesa irá avaliar o dano possível”, disse o chefe do Comitê de Integridade do Parlamento iraquiano, Bahaa al-Araji. “O acordo continua em vigor, mas ainda não será implementado”, acrescentou.

O Primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, assinou um acordo de compra de um pacote de armas com a Rússia no valor de US$ 4,2 bilhões durante uma visita a Moscou, em outubro de 2012. Sob o acordo, Moscou fornecerá 30 helicópteros Mil Mi-28NE e 50 sistemas de defesa Pantsyr-S1.

O Parlamento iraquiano iniciou uma investigação sobre vários funcionários suspeitos de levar propina. No entanto, o chanceler iraquiano, Hoshyar Zebari, disse em março 2013, que o Iraque e a Rússia tinham um acordo e as entregas iriam começar no verão.

FONTE: rianovosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário