quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Rússia adia para 2016 a compra de 37 caças MiG-35

O Ministério da Defesa russo adiou a compra de 37 caças MiG-35 até 2016, informou no sábado o diário Kommersant. O ministério originalmente devia assinar o acordo de compra com a MiG em junho, mas no mês passado o diretor geral da corporação Sergei Korotkov disse que o contrato ainda não tinha sido assinado.

O ministério vai agora assinar o contrato em 2016, deixando assim de gastar cerca de 37 bilhões de rublos (US$ 1,1 bilhão) do orçamento do programa de armamento do Estado para um período de pagamento posterior, conforme solicitado pelo Ministério das Finanças, disse o Kommersant.

O jornal citou uma fonte do Ministério da Defesa, dizendo que o ministério não tinha sido capaz de emitir a ordem sobre os atrasos na elaboração do projeto.

“Ao mesmo tempo em que o projeto estava acontecendo, recebemos uma proposta do Ministério das Finanças para atrasar os gastos até 2016, para alocar parte dos fundos atribuídos no âmbito do programa de armas do estado para o período 2014-2016″, disse o jornal citando a fonte.

“Depois de analisar [a situação], tomamos a decisão de adiar a compra dos MiG-35s”, disse a fonte, acrescentando que o número de jatos que o ministério pretende comprar – 37 – permanece inalterada.

O Mikoyan MiG-35 (Fulcrum-F) é um caça a jato de geração 4++ e uma modificação do MiG-29M. Ele está equipado com mísseis guiados ar-ar e ar-superfície, bem como um sistema de radar Zhuk.

O Kommersant informou também que a MiG pode em breve receber uma encomenda de caças MiG-29SMT do Ministério da Defesa, citando a fonte, dizendo que ambos os lados estavam “prontos para considerar a compra desses aviões para entrega até 2016.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário