quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Documento da FAB confirma a existência do fenômeno OVNI

Um documento da Força Aérea Brasileira recentemente “desclassificado” pela corporação (ou seja, liberado de seu status confidencial), diz que os objetos voadores não-identificados (OVNIs) existem sim e pressupõem ações inteligentes.

O documento foi assinado pelo brigadeiro-do-ar José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, comandante interino do COMDABRA (Comando de Defesa Aérea Brasileira), em 2 de junho de 1986.

Oficialmente, a Força Aérea Brasileira jamais reconheceu a existência ou a natureza dos óvnis. Mas escondida lá, no meio de páginas e mais páginas, há essa pérola.

O relatório se refere a um episódio que ficou conhecido como a “noite oficial dos discos voadores” no Brasil. Em 19 de maio de 1986, diversos óvnis foram detectados por radar e por contato visual, houve perseguição mútua entre caças da FAB e os objetos misteriosos, capazes de incríveis variações de velocidade, direção e altitude, conforme descrito no trecho destacado acima.

A conclusão é tão taxativa quanto pode ser para um grupo de pessoas perplexas. “(E)ste Comando é de parecer que os fenômenos são sólidos e refletem de certa forma inteligências, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores como também voar em formação, não forçosamente tripulados”, diz o relatório.
Para quem não lembra, ou não sabe, “A noite oficial dos discos voadores” ocorreu em 19 de maio de 1986, quando vários OVNIs foram avistados e detectados por radar no Brasil. Houve uma espécie de jogo de gato e rato entre os OVNIs e os caças da FAB. Os misteriosos objetos foram relatados como sendo capazes de incríveis variações de velocidade, direção e altitude.

FONTE: Folha de S. Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário