domingo, 22 de setembro de 2013

Rússia admite participação da Embraer no seu caça de 5ª geração

A Rússia não exclui a possibilidade de participação do Brasil na fabricação de caças de quinta geração, declarou hoje o vice-diretor do Serviço Federal para a Cooperação Técnico-Militar russa, Alexander Fomin.
“Estamos estudando com a companhia brasileira Embraer questões de troca de tecnologias, da criação, na base dessa empresa, de áreas para a montagem e a produção, segundo licenças russas, de aviões no futuro”, afirmou à agência noticiosa russa Ria-Novosti.

“Trata-se de uma direção promissora como o caça russo de quinta geração. Por enquanto, isso está na fase inicial, ao nível da teoria. Mas admitimos isso”, acrescentou o dirigente do departamento que controla a exportação de armamentos russos.
Aviões de combate deste tipo serão fabricados pelas empresas russas Sukhoi e MIG e os primeiros testes reais deverão realizar-se no final deste ano.

Os novos caças russos visam concorrer com os aviões de combate norte-americanos F-22.

FONTE: RIA Novosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário