quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Japão interceptores foram acionados 185 vezes contra aviões chinês e russo no últimos 3 meses

A Japan Air Self-Defense Force é sempre acionada, aviões de interceptação bastante movimentados contornando o espaço aéreo japonês.

No terceiro trimestre do ano (no período entre julho e setembro de 2013), os aviões JASDF foram acionados 80 vezes em resposta à atividade de aviões chineses (e drones) próximos ao espaço aéreo de Tóquio.

O número de precipitações de alerta é o terceiro mais alto desde 2005 (quando o Ministério da Defesa começou a lançar tais figuras).

Em 8 de setembro, duas aeronaves H-6G greve marítimo foram interceptados pela Japan Air Self Defense Força, F-15 subiu de Naha enquanto voava em espaço aéreo internacional entre a ilhas Miyako e Okinawa. Em 09 de setembro um chinês BZK-005 UAV (veículo aéreo não tripulado) foi interceptado perto da contestada ilhas Senkaku.

A disputa sobre as ilhas no Mar da China Oriental tem certamente desempenhado um papel no aumento da Libertação do Povo da Força Aérea do Exército e da Marinha de atividade na área.

No entanto, não só os lutadores chineses que causou alguma preocupação para a JASDF: de julho a setembro, o número de QRA (Quick Reaction Alert) partidas em resposta a aviões russos , atingiu um pico de 105, se formam apenas 31 do trimestre anterior (abril - junho).

Crédito da imagem: Força Aérea dos EUA

Nenhum comentário:

Postar um comentário