sábado, 12 de outubro de 2013

Será mais barato voar dentro da Rússia

Os voos de baixo custo serão uma realidade na Rússia a partir de maio de 2014. A transportadora aérea Aeroflot registrou a sua própria companhia low cost denominada Dobrolet. Segundo promete o diretor-geral da Aeroflot Vitali Saveliev, os voos nos aviões dessa companhia serão pelo menos 40% mais baratos que nos da concorrência.
O turismo interno na Rússia continua a ser inacessível para muitos russos devido aos preços elevados dos bilhetes de avião.

Um dos principais objetivos de uma companhia de baixo custo é tornar os voos domésticos mais baratos que os das transportadoras "tradicionais". A nova companhia aérea irá começar a operar na Rússia, segundo informações prévias, a partir da primavera de 2014. No primeiro ano de funcionamento irão ser inaugurados voos a partir de Moscou com destino às 8 maiores cidades do país. No segundo ano de operação, a Dobrolet irá alargar a geografia da sua cobertura para 19 destinos e no terceiro ano eles serão já 26. Dos planos para os próximos anos fazem parte, além da realização de voos domésticos, a sua estreia no espaço aéreo internacional. Assim, em 2016 a operadora de low cost deverá começar a voar para Kiev, Yerevan e Istambul.

Os preços dos bilhetes irão diminuir devido à redução dos custos dos equipamentos de cabine, da ausência de sistemas de entretenimento e da eliminação da classe executiva. As limpezas das cabines serão realizadas uma vez por dia. Contra um pagamento suplementar será possível obter um bilhete num lugar mais confortável, ou seja com mais espaço para as pernas, encomendar um lugar de bagagem e alimentação. Sem pagamento adicional será apenas possível transportar, além da bagagem de mão, os carrinhos de bebê. Aliás, essas são as regras normais das companhias de baixo custo europeias. Os passageiros da Dobrolet irão voar em aviões Boeing-737 ou Airbus А320 e, provavelmente, a partir do aeroporto de Domodedovo, no sul de Moscou.

Não segredo para ninguém que o sistema russo de transportes aéreos necessita de uma companhia desse tipo. Na Europa, por exemplo, a quota-parte das companhias de baixo custo atinge os 30-35% do mercado. O editor do portal informativo Avia.ru Roman Gusarov apresenta a sua opinião sobre a possível velocidade de crescimento desse indicador na Rússia:

"Agora ainda é difícil prever a parte do mercado que irá caber a essa transportadora. O fluxo de passageiros das outras companhias de baixo custo atingia rapidamente o milhão de passageiros anuais. Mais tarde, se esse modelo for eficaz e tiver sucesso, a companhia poderá transportar dezenas de milhões. Nós vemos na Europa as companhias de low cost a transportarem uma quantidade enorme de passageiros."

A Dobrolet não será a primeira companhia aérea russa de baixo custo a operar na Rússia: a Rússia era sobrevoada por aviões da Avianova e da Sky Express. Segundo as autoridades aeronáuticas russas, neste momento são só duas as operadoras de low cost estrangeiras a voar para a Rússia – a easyJet e a WizzAir. Em qualquer dos casos gostaríamos de acreditar que os custos do transporte aéreo não se façam sentir na sua segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário