quarta-feira, 27 de novembro de 2013

China pede para não haver mais voo no novo espaço aéreo

 Japão se curvaram a um pedido do governo para parar voos exigido pela China em rotas através da nova zona de defesa aérea chinesa, cuja criação já aumentou as tensões na região amargamente disputada.

Ambas ANA Holdings e Japan Airlines, que havia sido informanda pela autoridades de aviação da China de voos através da zona estabelecida no Mar da China Oriental, no sábado, vai parar de fazê-lo a partir de quarta-feira, disse porta-vozes das operadoras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário