quinta-feira, 21 de novembro de 2013

.EUA cogitam permitir uso de telefones celulares durante voos

 A Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC) anunciou nesta quinta-feira que proporá mudar as regras para permitir aos passageiros fazerem chamadas de seus telefones celulares e usar os pacotes de dados de internet durante os voos.

A proposta permitiria o uso de telefones celulares assim que o avião superar os três mil metros de altura (dez mil pés), mas manteria as restrições durante a decolagem e a aterrissagem.

"Hoje enviamos uma proposta para expandir o acesso e as possibilidades dos consumidores para o uso de telefonia celular de banda larga durante o voo", disse o novo presidente da FCC, Tom Wheeler.

"As tecnologias modernas podem proporcionar serviços celulares no ar de forma segura e confiável, e este é o momento correto para revisar nossas defasadas e restritivas regras", argumentou.

"Trabalharei com meus colegas (da FCC), com a FAA e a indústria das companhias aéreas nesta revisão de novas oportunidades de telefonia celular para os consumidores", acrescentou.

A proposta será debatida durante uma reunião de dezembro da FCC, que conta com cinco membros da comissão, três democratas e dois republicanos.

Wheeler, que é democrata, precisará do apoio da maioria da comissão para aprovar a proposta, que não necessita do apoio do Congresso e que seria votada após um período de coleta de comentários do público, o que ampliará o processo provavelmente durante alguns meses, informou o jornal "Washington Post".

A medida aproximaria a regulação dos EUA à da Europa, já que na semana passada a Comissão Europeia (CE) deu sinal verde para as companhias aéreas permitirem aos passageiros utilizar as redes 3G e 4G para se conectarem a internet durante os voos assim que o avião superar os três mil metros de altitude.

Por enquanto a FCC permite o uso dos telefones celulares somente em "modo avião" durante o voo, ou seja, com acesso às chamadas e aos dados completamente restrito.

Se aprovadas as novas regras, as companhias aéreas estariam autorizadas a instalar equipamentos especiais para enviar sinais de acesso sem fio do avião à terra, provavelmente através de uma conexão por satélite, indicou o "Post".

O anúncio causou reações rachadas entre as companhias aéreas, apurou o "Wall Street Journal".

A Delta Air Lines disse que não permitirá chamadas em seus aviões, embora aprovem as novas regras, já que "anos de comentários dos clientes" mostram que "o sentimento majoritário é continuar com uma política que não autorize comunicações de voz durante o voo".

Por outro lado, a companhia aérea de baixo custo JetBlue assinalou que reavaliará sua política, apesar da experiência com os clientes "indicar que pode ser que as pessoas não queiram", mas tratará de encontrar um equilíbrio entre "os que querem o serviço celular e os que gosta da tranquilidade e do silêncio" no avião.

A FCC fez uma proposta similar em 2004 e finalmente a retirou em 2007 por causa das queixas de assistentes de voo e outros grupos, que argumentavam que as chamadas em voo seriam um transtorno.

Em outubro, a Direção de Aeronáutica Civil (FAA) dos EUA aprovou o uso de tablets, DVDs e videogames durante o decolagem e a aterrissagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário