quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Próxima geração de caças dos EUA poderá empregar armas laser

 A Força Aérea dos EUA (USAF) pretende equipar a próxima geração de caças com armas laser de lata potência. Para isso, o Laboratório de Pesquisas da USAF (Air Force Research Lab – AFRL) lançou um pedido de informações (RFI – Request for Information) sobre sistemas laser embarcados em “plataformas de domínio do espaço aéreo”. O propósito do mesmo é identificar sistemas que possam ser integrados em plataformas de caças que entrarão em atividade a partir de 2030.

O resumo da informação do RFI está disponível no site da Federal Business Opportunities 

O AFRL está interessado em lasers que estejam no nível TRL4 (technology readiness level four) por volta de outubro de 2014. Isto significa dizer que os componentes básicos estarão integrados para desenvolvimentos em laboratório a partir do período citado. E a partir de 2022 a USAF pretende que o sistema atinja a condição TRL5. Neste último caso os componentes do sistema poderiam ser integrados e testados no campo.

A Boeing e a Agência para Defesa de Mísseis dos EUA (U.S. U.S. Missile Defense Agency - MDA) testaram um laser de alta energia a partir de uma aeronave Boeing 747-400F especialmente modificada para esta finalidade em agosto de 2009 (ver link abaixo).

Caso o programa do AFRL dê resultados, a próxima geração de caças  da USAF e da USN poderá ser equipada com este sistema, como a concepção artística para o sucessor do Super Hornet (projeto F/A-XX) feita pela Boeing

Nenhum comentário:

Postar um comentário