domingo, 10 de novembro de 2013

Taubaté tem 1ª equipe feminina de inspeção de aeronaves do Exército

Em meio a 2,5 mil homens, trio de sargentos se destaca no interior de SP. Mecânicas de aeronaves atuam na função dentro do Cavex há quatro anos.

Um grupo de três mulheres está chamando atenção no Comando de Aviação do Exército (Cavex), em Taubaté (SP). Em meio a um grupo de 2,5 mil homens, elas formam a primeira equipe de mecânicas que atuam na manutenção de aeronaves do Exército no país. Atualmente, o Cavex conta com 76 aeronaves, que passam por inspeção detalhada de todas as peças de 12 em 12 anos.

As mulheres atuam na área há quatro anos, mas é a primeira vez que uma equipe é formada só por elas. Na inspeção, são verificadas a estrutura, os motores e todos os instrumentos. "Elas são bastante detalhistas, são bem focadas, são mais observadoras e isso traz algo diferencial na manutenção, sem dúvida nenhuma", garantiu o sub-tenente Antônio Csuka, inspetor de manutenção do Cavex.

A missão para o trio foi dada há seis meses. A equipe delas teria que fazer a manutenção do modelo esquilo. "Quando a gente chegou teve uma desconfiança, mulher chegando é novo para todo mundo, mas hoje em dia a gente percebeu que a gente já ocupou o nosso espaço", afirmou a sargento Arlete da Silva.

Mas, aos poucos, a desconfiança se rendeu ao profissionalismo e os olhares duvidosos foram trocados pelos de admiração. "Elas estão dando conta 100%. Todo mundo confia 100% no trabalho delas", reiterou o sub-tenente.

E a prova do próprio trabalho foi feita por elas mesmas, que foram as passageiras do primeiro voo da aeronave depois da manutenção. Tudo correu bem. "É muito gratificante o primeiro voo dela. Assim que ela sai do chão e emocionante", garantiu a sargento Mayara Passos.

Mesmo sendo mecânicas, elas não ficam sujas o dia inteiro e vão para casa com cheiro de óleo. Ao invés de graxa, o que se vê nelas é maquiagem. "A unha estraga, é normal, o cabelo também, mas o que vale é o gosto de trabalhar aqui com aeronaves", explicou a sargento Karla Andrade Rufino.

 G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário