sábado, 7 de dezembro de 2013

Gol concentra 73% dos voos atrasados

 Passageiros da companhia aérea Gol sofrem com atrasos e cancelamentos de voos neste sábado em diversos aeroportos do País. Os clientes reclamam da desorganização no atendimento e relatam confusão e filas nos balcões da empresa em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Pernambuco. Os passageiros foram informados de que não havia tripulação disponível para todos os voos, e as condições para pousos e decolagens seriam inadequadas - reflexo das fortes chuvas que atingiram o Sudeste na noite de quinta-feira, segundo a companhia.

Às 15h, os principais aeroportos do Brasil registraram atrasos em diversos voos; boa parte, nos da Gol. Segundo a Infraero (estatal que administra aeroportos públicos), ao menos 267 voos de um total de 1.410 do tipo domésticos (ou 18,9%) estavam atrasados; desses, 197 eram só da Gol (73,7%), que tinha ainda 41 cancelamentos.

O líder de atrasos, no caso de voos domésticos, era o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com 46 de 148 decolagens --ou 31,1% -- atrasados. Em seguida aparece Brasília, com 39 de 94 partidas ( 41.5 %) atrasadas.

Entre os internacionais, 27 de 85 ( 31.8 %) registravam atraso às 15h --nove só da Gol.

No Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica), o boletim das 15h da GRU Airport, concessionária responsável pelo aeroporto, apontava atraso em 18 dos 49 voos previstos, ou 36,7%.

A Gol informa que os atrasos impactaram o limite da jornada de trabalho e descanso de algumas tripulações, que tiveram suas cargas horárias vencidas conforme a regulamentação da categoria. Isso teria provocado a insuficiência de funcionários para dar conta das operações até este sábado. Pelas redes sociais, usuários relataram ter passado até 20 horas fazendo escalas entre aeroportos no eixo Rio-São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário