domingo, 1 de dezembro de 2013

Marinha dos EUA implanta mais novo avião de patrulha para o Japão em meio a crise com a China

 A Marinha dos EUA completa a primeira implantação com o novo Boeing P-8A Poseidon de patrulha marítima e guerra anti-submarina (ASW) no Japão.

A primeira aeronave partiu da Naval Air Station Jacksonville, Flórida, em 29 de novembro. Destino, Kadena, Okinawa, uma das maiores bases aéreas norte-americanas na região da Ásia-Pacífico, localizadas a cerca de 400 quilometros aleste das ilhas Senkaku disputadas (Diaoyu para a China).
A implantação foi planejada há meses e anunciado oficialmente em 03 de outubro, quando o secretário de Estado, John Kerry, o secretário de Defesa Chuck Hagel, o ministro japonês dos Negócios Estrangeiros Fumio Kishida e Ministro da Defesa Itsunori Onodera, concordou em uma base de esquadrões MV- 22 Osprey em Okinawa, bem como P-8A Poseidon aeronaves de patrulha marítima a partir de dezembro.

No entanto, a situação na região, com as tensões crescentes após a celebração de um Identificação de nova Zona chinêss de Defesa Aérea (ADIZ) e uma quantidade siguinificativa de aviões e navios de guerra que operam ao redor das ilhas em disputa, vai dar um significado diferente para a primeira implantação do Poseidon , um derivado do Boeing 737, com capacidade para transportar o torpedo.

Poseidons pertencentes ao esquadrão de Guerra VP-16 Eagles, não vão só manter um olho sobre os submarinos chineses e realizar missões de inteligência, mas provavelmente vai ajudar os esforços de resgate nas Filipinas , apoiando Operação Damayan.

Fonte: Marines EUA

Nenhum comentário:

Postar um comentário