sábado, 17 de maio de 2014

Austrália pode comprar F-35

 O ministro da Defesa da Austrália, David Johnston, disse ao jornal australiano The Weekend West que o Governo estava pensando em comprar o modelo “B” do caça furtivo F-35, uma variante de decolagem curta e pouso vertical do avião.

Lightning II

O F-35 Lightning II do programa Joint Strike Fighter começou em 1997. O programa incluia os planos originais para substituir as antigas aeronaves de combate F-16 Falcon e A-10 Thunderbolt II da Força Aérea, as aeronaves de decolagem curta e pouso vertical AV-8B Harrier II do Corpo de Fuzileiros Navais,  e os jatos de caça e ataque F/A-18 Hornet embarcados nos porta-aviões da Marinha.

“O F-35 é um caça de quinta geração, mas é mais do que apenas um avião furtivo”, disse o coronel dos fuzileiros navais Art Tomassetti, um piloto que esteve junto ao programa JSF desde 1998. “Isso vai além da capacidade stealth e de baixa observação radar. Ele reúne tudo o que os computadores atuais e a era digital pode oferecer para o modo como o avião voa e como ele é mantido.”

O F-35 é uma combinação ideal stealth, fusão de sensores, e um sistema robusto de controledigital de voo, fazendo com que seja não só fácil para um piloto a voar, mas também fácil de identificar e engajar alvos no campo de batalha. Junto com a facilidade de vôo, o F-35 também permite aos pilotos uma maior consciência situacional.
“Quando você olha para o F-35, você não pode olhar para ele como só um avião contra outro avião único,” disse Tomassetti. “Você tem que olhar para um grupo de F-35s operando juntos, então você realmente começa a tomar vantagem do que o F-35 oferece para o campo de batalha. A capacidade dos aviões de usar uma variedade de sensores para coletar informações e compartilhar a informação que recolhem entre os aviões é realmente incrível. ”

Com o F-35, os pilotos podem acessar informações sobre possíveis alvos e ameaças de aeronaves F-35 de apoio via links de dados, o que lhes permite ver mais e identificar mais do que está acontecendo no espaço de batalha, disse Tomassetti.

Fonte: Marine Corps

Nenhum comentário:

Postar um comentário