sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Fábrica da Embraer nos EUA possui seis ‘Super Tucano’ em montagem para o LAS

  A Empresa está desenvolvendo ativamente várias campanhas de vendas para diversas aplicações de sua linha de produto e serviços, dentre as quais aeronaves de transporte de autoridades, de treinamento e ataque leve, sistemas de inteligência, vigilância e reconhecimento, sensoriamento remoto e monitoramento e transporte militar.

A Embraer Defesa & Segurança, diretamente ou através de empresas controladas, lidera projetos importantes no Brasil, tais como o desenvolvimento do jato de transporte militar tático KC-390 e o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON). Também a montagem das aeronaves Super Tucano para o programa LAS (Light Air Support, ou Apoio AéreoLeve), da Força Aérea dos Estados Unidos tem progredido conforme o planejado. A fábrica, localizada na cidade de Jacksonville, Florida, possui hoje seis aeronaves em diferentes etapas do processo de fabricação.
Os programas de modernização de aeronaves continuam com sua execução conforme o plano. Em maio, a Embraer inaugurou o hangar no qual será instalada a linha de montagem final do jato de transporte militar KC-390 em sua fábrica em Gavião Peixoto. Na ocasião, a Embraer e o Comando da Aeronáutica assinaram o contrato para a produção seriada do KC-390, que prevê a aquisição de 28 aeronaves ao longo de um período de dez anos, com a primeira entrega programada para o final de 2016. Além das aeronaves, o contrato prevê o fornecimento de um pacote de suporte logístico, fornecimento de peças e manutenção. Com valor total de R$ 7,2 bilhões, o contrato ainda depende de documentação complementar para se tornar efetivo, quando será incluído formalmente na carteira de pedidos da Empresa.

A Empresa divulgou também a assinatura de Memorando de Entendimento com a Saab,
com eficácia subordinada à assinatura de contrato entre a Saab e a FAB, para produção, gestão da cadeia de suprimentos, desenvolvimento e engenharia de sistemas do caça Gripen no Brasil. As empresas também anunciaram a intenção de explorarem conjuntamente o mercado mundial deste avião.
A tecnologia de vigilância e sensoriamento da Bradar esteve presente em todas as cidades - sede da Copa do Mundo FIFA 2014, como parte do esquema de segurança montado para o evento. O radar SABER M60 propiciou, com confiabilidade, a adequada vigilância do espaço aéreo brasileiro nas áreas identificadas como
de risco.

Já a Atech venceu duas importantes concorrências neste trimestre. A primeira, para o fornecimento de sistemas C4I para a Polícia Federal, em conjunto com a empresa israelense Plasan, num valor aproximado de R$ 5 milhões. A segunda, para o fornecimento do sistema de gerenciamento de tráfego na Índia (batizado de Skyflow), num valor aproximado de US$ 19 milhões.

A Visiona concluiu com sucesso uma importante fase do projeto do sistema SGDC, chamada de PDR (Preliminary Design Review). Após detalhada análise do projeto preliminar e da sua aderência aos requisitos contratuais, o início da próxima fase do projeto foi aprovado pela TELEBRAS e pelo Ministério da Defesa.
Fonte: Embraer

Nenhum comentário:

Postar um comentário