quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Ozzy Osbourne "eu sempre fui atraído para o lado negro"

   OZZY OSBOURNE em janeiro de 2010 fez declaração na qual revelou o que os fãs podiam esperar de sua nova biografia intitulada “I Am Ozzy”...

“Durante os anos, foram ditas coisas loucas sobre mim. ‘Ele mordeu a cabeça de um morcego.’ Tudo bem. ‘Ele mordeu a cabeça de uma pomba.’ Tudo bem. Mas depois você escuta coisas como ‘No show de ontem, antes de se apresentar, o Ozzy matou quinze cachorrinhos...’ Eu? Quinze cachorrinhos? Eu amo cachorrinhos. Eu tenho oito deles em casa. Eu matei algumas vacas [NE: em um matadouro onde ele trabalhou]. E galinhas. Naquela noite eu atirei em umas galinhas em casa [NE: com uma espingarda, após uma bebedeira].

Isso me assombra, todas essas coisas loucas. Todos os dias da minha vida tem sido um evento. Tomei combinações letais de álcool e drogas durante trinta anos de merda. Eu sobrevivi a um acidente de avião, overdoses suicidas, doenças sexualmente transmissíveis. Fui acusado de tentativa de homicídio. Depois eu quase morri enquanto pilotava um quadriciclo a duas milhas por hora.

As pessoas me perguntam como é que eu ainda estou vivo, e eu não sei o que dizer. Quando eu estava crescendo, se você me colocasse contra uma parede com os outros jovens do meu bairro e me perguntasse qual chegaria a completar 60 anos, qual de nós chegaria a ter cinco filhos, quatro netos e casas em Buckinghamshire e Beverly Hills, eu não teria apostado em mim, de jeito nenhum. Mas aqui estou: pronto para contar minha história, com minhas próprias palavras, pela primeira vez.

Não serão só coisas bonitas. Eu fiz algumas coisas ruins no passado. Eu sempre fui atraído para o lado negro. Mas não sou o diabo. Eu sou apenas John Osbourne: um garoto da classe trabalhadora de Aston, que largou o emprego na fábrica e foi à procura de diversão”.

Fonte: whiplash.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário