domingo, 10 de agosto de 2014

Queda de avião civil em Teerã deixa mortos


   Um avião caiu neste domingo (10), matando pelo menos 38 pessoas, no aeroporto de Teerã, informou a agência de notícias iraniana "Irna". Anteriormente, a "Irna" havia apontado 48 mortes no acidente.

"Havia 40 passageiros, entre eles seis crianças e oito membros da tripulação, a bordo do avião da companhia Sepahan. Alguns passageiros foram levados para o hospital", declarou o vice-ministro dos Transportes, Ahmad Majidi.
O aparelho, uma versão iraniana do Antonov-140, de tecnologia ucraniana, caiu às 9h45 (local, 3h15 em Brasília), minutos após decolar do aeroporto de Meharabad, perto do estádio Azadi, no sudeste de Teerã.

O aparelho caiu no bairro residencial de Azadi, um setor reservado a militares e suas famílias, a menos de 5 km do aeroporto. "O avião caiu sobre algumas árvores", disse Alireza Jahanguirian, chefe da Organização da Aviação Civil, citado pela agência Fars.
Um dos motores da aeronave, da companhia aérea iraniana Taban Airlines, parou logo após decolar rumo a Tabas, cidade no leste do país.
O piloto conseguiu evitar uma queda sobre os prédios vizinhos e um mercado movimentado, e jogou o avião contra um muro de concreto de uma caserna do exército.

"Vi o avião se aproximando de mim"

"Estava na minha moto quando ouviu um grande barulho atrás de mim. Olhei e vi um avião que se aproximava de mim por cima. Joguei-me ao chão e o avião bateu num muro", contou uma testemunha.

"Sou militar. Com outras pessoas, corremos para tentar salvar os passageiros, mas havia muita fumaça e houve umas duas ou três explosões fortes", acrescentou.

O aeroporto de Mehrabad fica perto do centro de Teerã e é o principal aeroporto do país, com voos que cobrem todas as cidades iranianas.

A maioria dos voos internacionais decolam do Aeroporto Internacional Imã Khomeini, situado mais a oeste da capital iraniana.

Frota obsoleta

A frota aérea iraniana é obsoleta e há vários anos enfrenta dificuldades para encontrar peças de reposição devido às sanções internacionais.

O último acidente aéreo da história do Irã aconteceu em janeiro de 2011, quando um Boieng 727 se partiu em pedaços quanto tentava realizada um pouso de emergência no norte do país, matando 77 pessoas.

Em julho de 2009, 168 pessoas morreram na queda de outra aeronave, no noroeste do país, após sair da capital. (Com AFP, Efe e Reuters)

Nenhum comentário:

Postar um comentário