quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Moscou irá fornecer sistemas de defesa antiaérea S-300 a Damasco

   O ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, disse que a Rússia irá fornecer proximamente a seu país sistemas de mísseis antiaéreos S-300.

"Vamos obtê-los (os sistemas), assim como outras armas de qualidade, dentro de um prazo razoável", especificou Muallem. Segundo ele, houve algum atraso nos embarques devido a uma série de formalidades burocráticas.

Como precisou Muallem, a solicitação para o fornecimento do S-300 tem na origem temores do governo sírio relacionados com os planos do presidente dos EUA, Barack Obama.
"Estamos cientes de que Obama, devido a razões internas, quer evitar a guerra contra a Síria e limitar-se a ataques aéreos sobre o grupo Estado Islâmico (EI). Nós não sabemos como Obama irá portar-se sob a crescente pressão, por isso devemos preparar-nos", referiu o ministro sírio, acrescentando: "Pedimos a eles (Rússia) ... que nos forneçam armas de qualidade".

Moscou declarou anteriormente que o contrato para o fornecimento do S-300 a Damasco havia sido suspenso.
É de lembrar que Washington apoia na Síria a chamada oposição armada "moderada", que luta tanto contra o governo como contra os radicais do EI. O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que não iria enviar tropas terrestres para combater os extremistas.

RIA Novosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário