terça-feira, 19 de maio de 2015

Companhia aérea chinesa compra 22 aviões da Embraer

A companhia chinesa Tianjin Airlines assinou nesta terça-feira o acordo final para a compra de 22 aviões da Embraer em uma negociação de US$ 1,1 bilhão, conforme o atual preço de tabela da empresa brasileira.

Segundo comunicado da Embraer, a Tianjin Airlines, subsidiária do Grupo HNA, receberá 20 aeronaves do modelo E195 e dois E190-E2, os primeiros do tipo a serem operados por uma companhia aérea do país asiático.

O anúncio da negociação faz parte da viagem ao Brasil do primeiro-ministro da China, Li Keqiang, recebido hoje pela presidente Dilma Rousseff.

O primeiro E195 será entregue aos chineses ainda neste ano, enquanto os E190-E2 serão enviados à Tianjin Airlines a partir de 2018, afirmou a Embraer.

As 22 aeronaves fazem parte de um contrato inicial de opção de compra de 40 aviões anunciado durante a visita de Estado do presidente da China, Xi Jinping, a Brasília, em junho de 2014, durante a Cúpula dos Brics sediada pelo Brasil.

A aquisição definitiva dos outros 18 aviões, todos do modelo E190-E2, depende de uma autorização posterior por parte dos órgãos de regulação chineses.

A Tianjin Airlines, que atua no mercado regional chinês e em voos internacionais próximos, é atualmente a companhia com a maior frota de aeronaves da Embraer na Ásia, com 50 aviões E190 em operação.

Fonte: EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário