sexta-feira, 31 de julho de 2015

Oferta ultraluxuosa da Etihad tem mordomo e suíte em avião

Apesar de custar US$ 32.000, as pessoas estão fazendo fila para reservar a suíte de três peças da Etihad Airways PJSC entre Abu Dhabi e Nova York.

The Residence, como a Etihad chama sua oferta ultraluxuosa, estará disponível nos voos entre Nova York e Abu Dhabi em dezembro, quando a companhia aérea substituir o Boeing 777 pelo superjumbo Airbus A380 nessa rota.

A sala de estar, o toalete privativo e o quarto para duas pessoas ficam separados dos outros passageiros no andar superior do nariz do avião de dois andares.

Um mordomo particular, cujo serviço vem incluído na tarifa padrão do The Residence, guiou os visitantes por uma réplica da suíte na segunda-feira, na convenção da Global Business Travel Association, em Orlando, Flórida, nos EUA, e destacou que o boxe é suficientemente grande para duas pessoas ao mesmo tempo.

“Tivemos uma reação extremamente positiva ao The Residence dentro dos EUA – de fato, além das nossas expectativas”, disse o CEO da Etihad, James Hogan, na segunda-feira, em Orlando. “Estamos vendo boas perspectivas de reservas a futuro”.

Exibir a maquete e elogiar a demanda dos EUA para The Residence deu uma trégua à Etihad da sua rixa com as três maiores companhias aéreas dos EUA.

As empresas American, United e Delta reclamaram aos representantes do governo dos EUA que a Etihad e outras operadoras do Golfo Pérsico estão usando subsídios estatais para concorrer de forma desleal, uma afirmação que a Etihad, a Emirates e a Qatar Airways Ltd. negam.

Seis anos

A Etihad passou seis anos desenvolvendo o The Residence e implementou a suíte nos aviões A380 em rotas internacionais, como entre Abu Dhabi e Londres. Nova York verá a oferta ultraluxuosa a partir de 1º de dezembro.

A companhia aérea vendeu a primeira passagem de Nova York no The Residence poucas horas depois de anunciar a troca para o avião A380 em março.

Uma porta-voz da Etihad, Katie Connell, não quis especificar quantas passagens do The Residence já foram vendidas em voos de Nova York. Mas em um futuro imediato, a suíte continuará sendo um imóvel aéreo muito exclusivo.

The Residence só é oferecido nas aeronaves A380 da Etihad e a companhia só encomendou 10 delas à Airbus Group SE. Não há planos para oferecer o serviço nos EUA fora de Nova York, disse Hogan em uma entrevista.

As concorrentes da Etihad no Golfo Pérsico também estão intensificando suas apostas no luxo. A Emirates, a maior operadora da região, está desenvolvendo uma oferta de primeira classe mais exclusiva, com um conceito de quarto.

A Qatar Airways está trabalhando em sua própria cabine com cama de casal.

Os esforços dos concorrentes não vão exigir que a Etihad faça nenhuma alteração no The Residence, disse Hogan. “Não há nada parecido”.

Vender a única passagem disponível do The Residence em voos entre Abu Dhabi e Nova York representaria uma receita equivalente a cerca de 26 assentos da classe econômica “Saver” desse mesmo voo, de acordo com os preços de dezembro publicados no site da companhia.

A passagem mais barata custa US$ 1.225.

Veja vídeo da Etihad que mostra a oferta "The Residence":
Michael Sasso, da Bloomberg

Nenhum comentário:

Postar um comentário