quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Novo MiG-35 pode substituir antigos caças do Vietnã

A Rússia pode vender novos caças MiG-35 ao Vietnã, não obstante outros países do Sudeste Asiático terem bastante interesse por estes aviões.

O caça MiG-35 pode substituir os caças de terceira geração MiG-21 que já têm bastante tempo de serviço, declarou o chefe da empresa MiG, Sergei Korotkov, à agência noticiosa russa RIA Novosti.

O novo caça multiuso tem sistemas de localização e de informação de quinta geração. 

Segundo Korotkov, o Sudeste Asiático é uma "região interessante" para o fabricante de aeronaves tendo em conta vendas futuras:

"De acordo com nossas avaliações, existem perspectivas definidas para o MiG-35 no Vietnã, onde a expetativa de vida dos caças MiG-21 está chegando ao fim".

Korotkov notou também que o interesse pelos caças MiG-35 está aumentando por parte da Índia, em parte por causa das limitações de fornecimento dos caças franceses Rafale. Os novos caças russos poderiam substituir a antiga frota aérea indiana e a questão já está sendo discutida nos círculos profissionais indianos, disse o chefe da empresa russa. 

"Ao contrário dos MiG-29 'clássicos', do qual o MiG-35 herdou os conceitos aerodinâmicos, a nova máquina é multifuncional. Pode utilizar armamento de alta precisão contra alvos no ar, terra ou mar. Pode mesmo efetuar várias funções que anteriormente só eram confiadas a aviões de reconhecimento."

Atualmente o fabricante de aeronaves MiG está modernizando os aviões indianos MiG-29, em colaboração com empresas indianas, no âmbito do contrato assinado em 2010, no valor de $1,2 bilhões. A empresa também fornece caças MiG-29K à Índia.

Fonte: sputniknews

Nenhum comentário:

Postar um comentário