segunda-feira, 16 de novembro de 2015

bombardeiros B-52 voaram próximo à área reivindicada pela China

Dois bombardeiros B-52 voaram próximo às ilhas artificiais que os chineses estão construído no Mar da China Meridional esta semana e foram rastreados por controladores de terra chineses, informou o Pentágono na quinta-feira (12/11).

A China reivindica boa parte do Mar da China Meridional (por onde mais de US$ 5 trilhões em comércio global passa todo ano), mas os Estados Unidos disseram que continuarão a realizar patrulhas para garantir a livre passagem. Vietnã, Malásia, Brunei, Filipinas e Taiwan têm reivindicações na região também.

Na última missão, na noite de 8 para 9 de novembro, os bombardeiros voaram “na área” das Ilhas Spratly, mas não entraram na zona de 12 milhas náuticas que a China reivindica como seu território ao redor de ilhas.

Controladores de terra chineses entraram em contato com os bombardeiros, mas as aeronaves continuaram com sua missão.

FONTE: Reuters (tradução e edição do Poder Naval)

Nenhum comentário:

Postar um comentário