segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Caças russos Su-34 com mísseis ar-ar fazem primeiros voos na Síria

Os Su-34 russos fazem nesta segunda-feira (30) os primeiros voos em missões de combate na Síria equipados não só com bombas, mas também com mísseis ar-ar, disse a jornalistas o representante das Forças Aeroespaciais da Rússia, coronel Igor Klimov.

“Os caças-bombardeiros russos Su-34 saíram hoje pela primeira vez para as suas missões não só com as bombas OFAB-500 e bombas aéreas guiadas KAB-500, mas também com mísseis ar-ar de curto e médio alcance. Os aviões são equipados com mísseis para autodefesa”, sublinhou Klimov. 

Segundo ele, os mísseis “dispõem de ogivas autoguiadas e são capazes de atingir alvos aéreos à distância de até 60 quilômetros.

O avião russo Su-24 foi abatido por um caça F-16 turco sobre o território sírio, tendo caído a quatro quilômetros da fronteira com a Turquia. O presidente russo, Vladimir Putin, chamou a derrubada do avião de um "golpe nas costas por cúmplices dos terroristas." O Estado-Maior General da Federação da Rússia afirmou que o bombardeiro não cruzou a fronteira com a Turquia, o que foi confirmado por dados da defesa aérea síria, bem como por conclusões do Pentágono. A Turquia afirma que o avião russo entrou em seu espaço aéreo. O piloto do Su-24, Oleg Peshkov, foi baleado a partir do solo durante a ejeção por militantes turcomenos no território por eles controlado. O copiloto salvo, Konstantin Murakhtin, disse a jornalistas que o Su-24 não cruzou a fronteira e que a tripulação não recebeu quaisquer avisos da parte de aviões turcos.

Fonte: sputniknews

Nenhum comentário:

Postar um comentário