segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Vans RV: O experimental mais famoso do mundo!

Vans RV-7A (Foto Chris Gimmillaro).

Quem nunca foi em um aeroclube e viu o tal do RV? “Ow fulano, que RV lindo hein, quando vai me levar para dar uma volta?”. Pois bem, a Vans Aircraft foi fundada em 1973 por Richard “Van” VanGrunsven para a fabricação de kits de aeronaves que pudessem ser montados pelos seus próprios proprietários, desde que tivessem uma boa infra-estrutura para tal façanha. A fábrica está localizada em Aurora State Airport no estado do Óregon, local onde ocorre um fly-in anual para os proprietários de Vans.

As aeronaves fabricadas formam uma única série, a RV. Esta série conta a partir do RV-3 (de assento único) e vai até a RV-14. Todas as aeronaves da série RV são construídas em estrutura monocoque de alumínio e asas baixas. Até o final de 2012, cerca de 8.000 (isso mesmo, 8mil) kits RV haviam sido concluídos e voavam, outros milhares estavam, e estão, em construção, mostrando o grande sucesso dessa série, tornando uma das mais numerosas séries de aeronaves homebuilt do mundo!

Os RVs juntam 3 qualidades: velocidade, manobrabilidade e economia. Com isso, caiu no gosto de muitos pilotos, principalmente os que voam acrobacias, tanto amadores como profissionais. Aí você pergunta: “poxa, mas se vai do RV-13 ao RV-14, quais as diferenças?”. As diferenças são poucas e alguns modelos contam com trem de pouso convencional ou com trem de pouso triciclo, porém quando triciclo sua designação vem acompanhada da letra “A”, por exemplo: RV7 (trem de pouso convencional) e RV7A (trem de pouso triciclo). A seguir algumas características das aeronaves da série RV.
Vans RV-1 (Foto Barry Shipley).

RV-1: Fuselagem exemplo único de um Stits SA-3 Playboy construído por VanGrunsven em 1965 e modificado com um motor Lycoming de 125 hp, cauda maior , carenagem modificada, asa modificada.

RV-2: planador com asa de madeira cujo protótipo nunca foi concluído.
Vans RV-3 (Foto Simon Thomas).

RV-3: assemelha-se aos RVs que conhecemos hoje, porém com 01 único assento.
Vans RV-4 (Foto Bill Shull).

RV-4: possui 02 assentos em tandem e canopy bolha.


RV-5: aeronave pequena de metal e assento único. O protótipo voou com um motor de dois tempos.
Vans RV-6 (Foto Gavin Conroy).

RV-6: dois assentos lado a lado.
Vans RV-7 (Foto Leo Pardon).

RV-7: melhorou RV-6, com maior envergadura e maior leme.
Vans RV-8 (Foto Simon Thomas).

RV-8: melhorou RV-4, com maior cabine.
Vans RV-9 (Foto Simon Thomas).

RV-9: dois assentos, lado-a-lado; asa maior e comandos de voo mais dóceis.
Vans RV-10 (Foto Mark Kryst).

RV-10: primeira aeronave de quatro lugares da fabricante, fabricada apenas com trem de pouso triciclo.


RV-11: motoplanador de assento único.
Vans RV-12 (Foto Bill Shull).

RV-12: aeronave LSA (Light Sport Aircraft) que possui 02 assentos lado a lado.
Vans RV-14 (Foto Russell Hill).

RV-14: versão de 02 assentos (lado a lado) do RV-10.


Os RVs são consideradas aeronaves experimentais (amadoras) pela FAA, e são aceitos sob esta categoria pelas autoridades aeronáuticas de muitos países, inclusive pela ANAC aqui no Brasil, onde você pode encomendar o seu kit e montá-lo em casa ou procurar por uma representante da marca, como por exemplo a FLYER, localizada no município de Sumaré, região metropolitana de Campinas, no estado de São Paulo, e adquirir sua aeronave montada. Agora você não tem mais desculpa de não poder ter seu próprio avião, mãos a obra (rs).









Rene Maciel / Rock Aircraft
Editor e Piloto Privado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário