sexta-feira, 6 de maio de 2016

Há 75 anos atrás, o P-47 Thunderbolt realizava seu primeiro voo.

          O Republic P-47 Thunderbolt nasceu da prancheta de Alexander Kartveli, da Seversky Aircraft Corporation, futura Republic Aviation, sendo frequentemente citado como um dos três maiores caças da USAAF durante a Segunda Guerra Mundial, junto com o North American P-51 Mustang e o Lockheed P-38 Lightning. O Thunderbolt, no entanto, foi produzido em maior quantidade do que qualquer outro caça americano, chegando a um total de 15.683 unidades produzidas antes do encerramento da produção em dezembro de 1945.

          O P-47 era eficiente em combates aéreos, mas provou-se especialmente hábil como caça-bombardeiro. Era equipado com oito metralhadoras calibre .50, quatro por asa. Carregado com carga total, seu peso podia chegar a oito toneladas. Uma contrapartida moderna que cumpre as mesmas funções, o A-10 Thunderbolt II tem seu nome inspirado no P-47.

          No fim da guerra, o Thunderbolt havia estabelecido uma taxa de vitórias em combate aéreo de 4.6 aeronaves inimigas abatidas para cada Thunderbolt perdido, destruindo 2.752 aviões inimigos no ar e 3.315 no solo. Lançaram 132.482 toneladas de bombas, dispararam 59.567 foguetes e consumiram 135 milhões de cinturões de munição. Do Dia-D (D-Day) até o dia da Vitória na Europa (V-E-Day), os Thunderbolts destruíram 86.000 vagões, 9.000 locomotivas, 6.000 veículos blindados e tanques, e 68.000 caminhões.

          O P-47 foi uma evolução do seversky P-43, que era um aprimoramento do severky P-35 de 1936, que iria ser a próxima geração de caças do USAAF, mas devido aos acontecimentos na Europa, deram preferência ao Curtis P-36. Alexander kartveli e sua equipe acompanhavam os combates na Europa, e chegaram a conclusão que os agora P-43 não seriam páreo para a "invencível" luftwaffe, mas tanto os P-35, quanto os P-43 entraram em serviço doméstico, ou seja, para a defesa de áreas de interesse americano, como as bases de Pearl Harbour no havaí, e nas Filipinas, que inclusive na evacuação desta última, todos os P-43 Lancer foram destruidos na fuga americana; Devido a sua baixa capacidade em combate aéreo, foi lançado o protótipo XP-47B, agora sobre responsabilidade industrial da Republic Aviation company, mas ainda com kartiveli no programa, voou pela primeira vez em maio de 1941. Este seria construído em torno do seu motor, o radial Pratt & Whitney R-2800, alimentado por um turbo compressor, que ia até quase o estabilizador vertical. seus 18 cilindros desenvolviam 2000 HP, permitindo que o XP-47B chegasse aos incríveis, na época, 690 km/h.

          O nome "Thunderbolt" foi originalmente sugerido por C. Hart Miller, Diretor de Contratos Militares da Republic Aviation, sendo imediatamente aprovado pela empresa e pela USAAF.

Fonte: Jambock / wikipedia.
Fotos: USAF

Nenhum comentário:

Postar um comentário