segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Incidente com um Grumman F-14 Tomcat no Aeroporto de Recife em 1990.

Apesar das muitas tentativas de pesquisas, pouco é encontrado sobre o fato, e, ainda estamos no aguardo de maiores detalhes de amigos e outros que tenham presenciado o ocorrido na época. Mas o básico disponibilizamos aqui para que os que não conheçem a história e relembrar aos que sabem algo.
Grumman F-14A "Tomcat", N° 162698 AB200 - VF-33 "Starfighters" CV-66 USS América Foto de arquivos da U.S. Navy - 1992.

           A história curiosa de um incidente com um Grumman F-14 Tomcat, que pousou em emergência no Aeroporto Internacional de Guararapes mas acabou se acidentando é a nossa primeira matéria de muitas que tencionamos fazer para a parte de histórias da aviação. 

           O incidente aconteceu no dia 24 de março de 1990, por volta de 09:00h até as 16:00h, na pista principal do Aeroporto de Gararapes, que compartilha suas pistas com a Base Aérea do Recife-BARF, fato que  na época ocasionou sérios transtornos às operações de vôos do referido aeroporto, já que a aeronave interditou a pista uma boa parte do dia devido à inexistência de equipamentos adequados para a remoção segura da aeronave para os hangares da Base Aérea do Recife, e, esses equipamentos foram levados do porta-aviões americano por um Grumman C-2 Greyhound e um helicóptero Boeing CH-46 Seaknight, obrigando outras aeronaves a alternarem para outros destinos enquanto não se resolvia o problema em solo.

           A aeronave, um Grumman F-14 Tomcat da U.S. Navy, pertencente ao VF-33 "Starfighters", um esquadrão que operava a bordo do  Porta-Aviões CV-66 USS América*, e, o mesmo estava em operações no litoral brasileiro (local aproximado seria em torno de 90 à 100 milhas da costa de Pernambuco) quando teria percebido problemas com o trem de pouso dianteiro o qual  possivelmente não estava em bom funcionamento, o que certamente ocasionaria um pouso de alto risco caso efetuado no convôo do USS América, mesmo que a aeronave não estivesse equipada com seus grandes tanques sub-alares e armamento padrão, ainda assim o pouso no porta-aviões seria arriscado.
O nome dos tripulantes do avião é desconhecido, e, não foi encontrada nenhuma referência aos mesmos por enquanto.

           Após efetuar o alijamento do combustível e efetuar o pouso na pista do Aeroporto de Guararapes/Recife, o trem de pouso dianteiro acabou se recolhendo e danificou o radome da aeronave, porém não temos mais informações sobre os detalhes dos danos. Aparentemente as consequências não foram mais graves para a aeronave, pois de acordo com relatos de amigos que presenciaram o ocorrido na época na  BARF e uma reportagem de um jornal da época (ainda desconhecido, foto em anexo na matéria), o F-14 teria permanecido apenas 2 dias hangarada na Base Aérea do Recife e decolou de volta ao USS América sem maiores problemas.

           Uma curiosidade a respeito da presença do porta-aviões USS América em nosso litoral naquela época foi devido ao fato das tensões já evidentes no Oriente Médio, o mesmo já estava em deslocamento para prontidão para o então provável conflito, que culminaria na invasão do Kuwait pelo Iraque em 02 de agosto de 1990 e os preparativos da invasão e liberação do Kuwait pela coalizão liderada pelos EUA em 16 de janeiro de 1991, sendo conhecida hoje como a 1a Guerra do Golfo ou Operação "Desert Storm". E, o avião em questão nessa história tomou parte ativamente nas operações de guerra, sendo pilotado pelo então Cdr Anthny R. Reade.

Por Yam Wanders.
Esquema de pintura usado após a 1a Guerra do Golfo pela aeronave da história:
Imagem via FCM Decals.
Foto provável da tripulação do F-14 Tomcat AB200/VF-33 logo após os reparos antes de sua partida para o porta-aviões USS América.  Foto via coleção pessoal Suboficial FAB R/R Cerqueira, autor desconhecido. 
 
FOTOS: Tulio R. Couceiro (TC2)

* CV-66 USS América (Classe Kitty Hawk); Fabricado pela Newport News Shipbuilding em 9 de janeiro de 1961, lançado em 1 de fevereiro de 1964, comissonado em 23 de janeiro de 1965, descomissionado em 9 de agosto de 1996 e finalmente afundado como alvo em 14 de maio de 2005.

Arquivo original publicado em:


Nenhum comentário:

Postar um comentário