quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Jambock B4: Tenente Aviador Luiz Lopes Dornelles


            Luiz Lopes Dornelles nasceu em São Paulo no dia 09 de junho de 1920 e ingressou na Escola Militar no Ano de 1939, sempre estava destacado entre os melhores de sua turma durante a passagem na escola militar até sua estadia na Escola da Aeronáutica dos Afonsos. Antes da guerra servir em missões de patrulha no Atlântico com um P-40 na Base Aérea de Natal juntamente com outros companheiros recém formados nos Afonsos que executavam as mesmas missões. 

            Na Itália voava pela Esquadrilha Amarela do Capitão Joel Miranda, esta esquadrilha conhecida pelo imenso espírito de combate que o capitão incentivava aos seus pilotos, Em missões de bombardeio estas eram extremamente perigosas no jeito que os “Jambocks*” lançavam-se sobre o inimigo e por volta do mês de fevereiro a Esquadrilha Amarela acabou deixando de existir devido ao grande número de baixas que haviam sofrido onde grande parte de seus pilotos ou haviam saltado sobre linhas inimigas ou haviam sido abatidos com seus P-47D.
Motor do B4 já em recuperação no Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro.

            A perda de Dornelles foi uma injustiça. Morreu voando a missão de número 89°, atacando uma locomotiva em Alessandria. Destacou-se com o destemor de sempre. Seus ataques mortíferos davam a impressão de que queria conferir o resultado na hora. Sempre que o alvo era um depósito de munição, Dornelles entrava na explosão, trazendo as marcas dos estilhaços em todo o seu P-47D.

Condecorações do 1º Tenente Aviador Luiz Lopes Dornelles

            Campanha da Itália, Campanha Atlântico Sul, Cruz de Bravura (A mais alta condecoração de guerra), Cruz de Sangue, Cruz de Aviação Fita A com duas estrelas, Cruz de Aviação Fita B com 03 estrelas, Distinguished Flying Cross com duas palmas (EUA), Air Medal com 03 palmas (EUA) e Presidential Unit Citation (EUA).

            No ano de 2017, Sydney Rodrigues um piloto brasileiro foi ao local do abatimento do Dornelles, em Alessandria, Itália. Homenagem digna, justa e emocionante ao último piloto brasileiro perdido na Segunda Guerra Mundial.


Projeto Quatro Setinho!


            O Projeto Quatro Setinho visa a recuperação, acionamento e manutenção do grupo motopropulsor da aeronave P-47D Thunderbolt "B4" do Museu Aeroespacial - MUSAL. O P-47D Thunderbolt "B4", matrícula FAB-4184, foi entregue ao MUSAL em 1987 e pintado para representar o B4 do 2° Ten Luís Lopes Dornelles, que foi abatido e morto na Itália quando executava a 89° missão em 11 de novembro de 1944.


Para mais informações sobre o projeto, clique na imagem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário