quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Portões Abertos AFA 2019



O calor acima dos 30ºC não foi problema para as mais de 70 mil pessoas que compareceram ao tradicional Domingo Aéreo da Academia da Força Aérea.

O evento que é realizado anualmente na AFA, reúne pessoas de diversos pontos do país. Pessoas que se deslocam por horas, movidas por sua paixão pela aviação.

Neste ano, além da anfitriã Esquadrilha da Fumaça, que tradicionalmente realiza duas demonstrações no evento, também tivemos a agradável presença do mais novo vetor da Força Aérea Brasileira, o Embraer KC-390.

Os pilotos da Embraer deram um verdadeiro show tanto na chegada, quanto na partida. Efetuaram várias passagens e curvas de alta performance à baixa altura, mostrando toda a manobrabilidade e versatilidade da maior aeronave já produzida pela indústria aeronáutica brasileira.

A aeronave chegou pela manhã e permaneceu na AFA durante boa parte do evento e partiu à tarde, onde mais uma vez chamou a atenção do público no início do táxi. Por estar próximo às grades, os pilotos tiveram que efetuar um Power-back (uma espécie de ré, usando o reverso dos motores). A Embraer entregou recentemente, a primeira unidade do KC-390 para a Força Aérea, então esperamos que as aparições da aeronave sejam frequentes nos Portões Abertos.


Também presente no evento, o Fairchild PT-19 do Aeroclube de Pirassununga, um clássico em plena forma e muito bem cuidado pelo Aeroclube, mostrou toda sua elegância em voo. Aeronaves acrobáticas como o Extra 330, Laser 230Z, RV-8, Super Decathlon, além das Esquadrilhas Céu e Fox, também fizeram parte das atrações em voo.

Uma novidade este ano, foi a presença das aeronaves agrícolas Air Tractor, que além de executarem serviços ao fim que se destinam, também prestam um importante serviço no auxílio ao combate de incêndios em plantações.

De asas rotativas, tivemos a presença do Grupamento Águia da Polícia Militar de São Paulo, dos helicópteros EC-725 (HM-4 Jaguar) e AS-365 (HM-1 Panther) do Exército Brasileiro, os H-50 Esquilo da AFA e também os H-269 Schweizer, que são utilizados para instrução.

Infelizmente tivemos alguns desfalques, como por exemplo o Hércules C-130 e o C-105 Amazonas da FAB, Super Lynx da Marinha e os N/A T-6 da Esquadrilha Extreme.

Uma das atrações mais aguardadas por todos e que infelizmente quase sempre decepcionam, são os caças. Neste ano, o evento contou com dois F-5EM que já estavam na AFA e decolaram para sua base de origem ao final da tarde e realizaram poucas passagens antes de irem embora. A Marinha também enviou um A-4 Skyhawk que também decepcionou com apenas duas passagens. Saudades dos tempos em que o evento trazia mais caças e que se apresentavam de fato, como já vimos em um mesmo evento o A-1 AMX, A-4 Skyhwk, F-5, além do Mirage 2000 e Xavante, quando ainda operavam...

Considerações finais

O evento como sempre é muito bem organizado. Esse ano, notei uma melhora em relação ao ano anterior em relação à distribuição dos pontos de vendas, principalmente de água (importante para enfrentar o calor) e na praça de alimentação, não havia tanta fila desordenada como em anos anteriores.

Com relação à imprensa, pontuo como negativo o espaço dedicado aos profissionais. Até o ano passado, não havia espaço delimitado para ficarmos e, por alguma atitude indevida de alguns profissionais, esse ano o espaço foi delimitado. Porém, deveria ter sido um pouco maior, pois ficou um tanto quanto apertado para a quantidade de pessoas que ali estavam.

Bem, assim foi mais um Domingo Aéreo na AFA. Aguardamos ansiosos pela edição de 2020 e que tenhamos muitas outras novidades.

Agradecemos pela colaboração do amigo Matheus Netto, que participou pela primeira vez dos Portões Abertos e nos mostra através de suas lentes, sua visão do evento.









João Fernando Teles Medeiros
Editor / Fotografo




















































Nenhum comentário:

Postar um comentário