Chance Vought F4U-5NL "Flying Nightmares"


Construído em 1950 como F4U-5NL (BuNo 125541), este Corsair foi usado durante a Guerra da Coréia no VC-3 e no VMF-513 "Flying Nightmares". Após 122 horas de missões, ele retornou aos EUA em 10 de dezembro de 1952. Entregue à Argentina em 1957 entre um lote de 26 Corsair (F4U-5 e -5NL), ele usava os códigos 3-A-202 e depois 3-A- 204.


Exibido no Museu da Aviação Naval em Buenos Aires desde 1969, foi descoberto em 1991 na entrada da Base Aérea do Delta do Rio Paraná, no sul da Argentina. Foi comprado por quatro indivíduos (três franceses e um australiano) que o trouxeram de volta a Le Castelet em junho de 1994, nas oficinas de restauração da Sociedade Asert de Claude Semenadisse.
Foto Olivier (DR)

Foi então decidido transformar esta aeronave em F4U-7, uma versão criada especialmente para a aviação naval francesa. A reforma para o voo, foi dirigida por Didier Rohmer, e durou seis anos. As modificações mais visíveis foram o desmantelamento do radar do bordo de ataque da asa direita e a substituição da cobertura do motor e dos escapamentos por coberturas autênticas e escapamentos do F4U-7, provenientes do exposto ao Mobile no país. O motor Pratt & Whitney R-2800-32W original foi substituído por um mais potente Pratt & Whitney R-288-CB16.

Assim transformado, o Corsair voo em 9 de março de 2000, nas cores de uma aeronave da Flottille 14.F. Em dezembro de 2010, foi vendido à Max Alpha Aviation em Bremgarten (Alemanha). Após uma longa visita, foi atualizado para o padrão F4U-5NL pela Meier Motors e encontrou as cores que usava durante a Guerra da Coréia com o VMF-513, mas manteve seu registro francês. Assim restaurada, a aeronave fez seu primeiro voo em 5 de maio de 2011.


www.lecharpeblanche.fr 
Traduzido e adaptado por Rock & Aircraft.

Comentários