O F-5 Freedom Fighter completa 50 anos de serviço na Força Aérea Espanhola

O F-5 voou por mais de 170.000 horas e contribuiu para o treinamento de mais de 1.000 pilotos de caça. A Força Aérea Espanhola (Ejército del Aire) atingiu a histórica marca de 50 anos de serviço do F-5 Freedom Fighter em 12 de novembro de 2020.

Os F-5s, construídos sob licença da Northrop pela Construcciones Aeronuticas SA (CASA), chegaram pela primeira vez à Base Aérea de Talavera la Real em 12 de novembro de 1970, onde foram designados para a então Escuela de Reactores (Jet School), agora Ala 23 de Instrucción de Caza y Ataque (Escola de Caça e Ataque).

Para marcar o aniversário, a Ala 23 revelou um SF-5M, série AE.9-10 / 23-04, com uma cauda especial colorida mostrando um ouro 50 com a forma do F-5 sobre um fundo preto, sublinhado pelas cores do Bandeira espanhola e o nome F-5 Freedom Fighter , enquanto na ponta da cauda figuram os anos 1970-2020 sobre uma faixa branca.

Inicialmente, a unidade foi designada para 34 aeronaves biplace F-5B, chamadas localmente CE.9, que substituiu o T-33 Shooting Star e o F-86 Sabre e mais tarde foram acompanhados por 18 F-5A (C.9) e 18 aeronaves monoposto RF-5A (CR.9) que foram inicialmente atribuídas à Ala 21 na Base Aérea de Morón de la Frontera. Atualmente, apenas 19 F-5B permanecem em serviço, que foram atualizados no início de 2000 para o padrão SF-5M (com um cockpit semelhante ao do USAF T-38C Talon) e devem permanecer em serviço até 2027/2028 .

O Freedom Fighter representou também um marco para a indústria aeroespacial espanhola, pois foi a primeira aeronave de alto desempenho construída e montada inteiramente na Espanha.

Ao longo de meio século, os Freedom Fighters voaram na Espanha por mais de 170.000 horas, contribuindo para o treinamento de mais de 1.000 pilotos. Recentemente, a Ala 23 integrou também sistemas de Realidade Aumentada e Realidade Virtual em seu programa de treinamento para complementar os simuladores de voo avançados já em serviço.

A Airbus anunciou no mês passado que o desenvolvimento de um novo treinador a jato, chamado Airbus Future Jet Trainer , deve substituir os treinadores F-5 e CASA C-101 Aviojet da Força Aérea Espanhola por volta de 2027 ou 2028!

O conceito é concebido como um sistema de treinamento integrado multi-funções, apresentando ambiente de treinamento ao vivo-virtual-construtivo (LVC) e a capacidade de emular o desempenho do Eurofighter Typhoon e do F / A-18 Hornet. A aeronave está sendo desenvolvida com base nos requisitos e cronograma da Força Aérea Espanhola, embora o governo ainda não tenha alocado nenhum financiamento para o projeto, com a Airbus planejando um primeiro vôo por volta de 2025.

Galeria de imagens do F-5 Freedom Fighter do Ejercito del Aire feitas em 2009 com fotos de Yam Wanders:





Aqui abaixo você pode encontrar também um vídeo (em espanhol) sobre a história do F-5 Freedom Fighter no Ejército del Aire divulgado pela Ala 23:

Com textos adaptados de Stefano D’Urso para o https://theaviationist.com e fotos de Yam Wanders via redação Rock & Aircraft.

Link para a matéria original:

https://theaviationist.com/2020/11/19/the-f-5-freedom-fighter-reaches-50-years-of-service-in-the-spanish-air-force

Comentários